Home
 
História da Arte
 
Artistas de Referência
 
As Nossas Obras
 
A sua opinião

Salvador Dalí

(n.1904, f.1989)

 

            Dali foi um importante pintor surrealista catalão. O seu trabalho chama a atenção pela incrível combinação de imagens bizarras, que nos fazem lembrar aquelas que alcançamos sonhando. Este homem que fora influenciado pelos mestres da Renascença, tinha uma atitude social muito extravagante e teatral, o que nem sempre agradava a quem o rodeava, até mesmo àqueles que apreciavam a sua arte.

            Salvador Felipe Jacinto Dalí i Domènech descendeu de uma família da classe média espanhola e com apenas 15 anos realizou a sua primeira exposição pública no Teatro Municipal em Figueres. Dois anos depois, a sua mãe morreu de cancro e, no ano seguinte, o seu pai casou-se com a irmã de sua mãe. Estes eventos devem ter afectado psicologicamente o artista ainda de tenra idade.

            Em 1922, muda-se para Madrid onde estuda na Academia de Artes de San Fernando e começa a chamar a atenção pelo seu cabelo comprido, casacos longos, calças até ao joelho e meias altas. Realiza experiências Cubistas e Dadaístas e é expulso em 1926, pouco tempo depois dos exames finais, em que declarou que ninguém na Academia era suficientemente competente para o avaliar.

            Foi nesse mesmo ano que Dalí fez a sua primeira viagem a Paris, onde se encontrou com Pablo Picasso, que era reverenciado pelo jovem Dalí. ("Vim vê-lo antes de ir ao Louvre", disse-lhe Dalí. "Fez você muito bem", respondeu-lhe Picasso.) O artista mais velho já tinha ouvido falar bem de Dalí, através de Juan Miró. Nos anos seguintes, Dalí realizou uma série de trabalhos fortemente influenciados por Picasso e Miró, enquanto ia desenvolvendo o seu estilo próprio. Algumas tendências no trabalho de Dalí que iriam permanecer ao longo de toda a sua carreira já eram evidentes nos anos 20, mas ele devorou influências de todos os estilos de arte que conseguiu encontrar e produziu trabalho do classicismo mais académico à vanguarda mais avançada, por vezes em obras separadas, por vezes combinados na mesma obra. As exposições dos seus trabalhos em Barcelona despertaram grande atenção e uma mistura de elogios e debate surpreendido por parte dos críticos.

            Em 1929, Dalí colabora com o cineasta Luís Buñuel na curta-metragem Un Chien Andalou, conhece a sua musa e futura mulher, Gala Éluard, dez anos mais velha que Dalí, e junta-se oficialmente ao grupo surrealista do bairro de Montparnasse.

            Depois de a guerra rebentar na Europa, Dalí e Gala mudam-se para os Estados Unidos, em 1940, onde vivem durante oito anos. Em 1942, Dalí publica a sua divertida autobiografia A Vida Secreta de Salvador Dalí

Foi na sua amada Catalunha que Dalí viveu o resto da vida. O facto de ter escolhido viver em Espanha enquanto o país era governado pelo ditador fascista Francisco Franco trouxe-lhe críticas dos progressistas e de muitos outros artistas.

            Nos seus últimos anos de vida, jovens artistas como Andy Warhol proclamaram-no uma influência importante para a Pop Art.

 

Em 1960, Dalí começou a trabalhar no Teatro-Museo Gala Salvador Dalí, na sua terra natal de Figueres. Foi o projecto de maior vulto de toda a sua carreira e o principal foco da sua energia até 1974. Continuou a fazer acrescentos até meados dos anos 80.

Desde a morte de Gala em Junho de 1982, Dalí ficou profundamente deprimido e desorientado, perdendo toda a vontade de viver. Salvador Dalí morreu de pneumonia e falha cardíaca às 10h15 de 23 de Janeiro de 1989 na mesma cidade que o viu nascer e foi sepultado em campa rasa no átrio principal do seu Teatro-Museu Dalí (o túmulo contudo, situa-se na cave junto aos lavabos).

 

Obras:

 

            Dalí produziu mais de 1500 quadros ao longo da sua carreira, e também ilustrações para livros, litografias, desenhos para cenários e trajes de teatro, um grande número de desenhos, dezenas de esculturas e vários outros projectos. Segue-se abaixo uma amostra cronológica de trabalhos importantes e representativos.

 

•1922 Cabaret Scene e Night Walking Dreams

•1923 Self Portrait with L'Humanite e Cubist Self Portrait with La Publicitat

•1924 Still Life (Syphon and Bottle of Rum) (para Federico García Lorca) e Retrato de Luis Buñuel

•1925 Large Harlequin and Small Bottle of Rum, e uma série de belos retratos da sua irmã Ana Maria, especialmente Rapariga de pé à varanda

•1926 Basket of Bread e Girl from Figueres

•1927 Composition With Three Figures (Neo-Cubist Academy) e Honey is Sweeter Than Blood (o seu primeiro importante trabalho surrealista)

•1929 O Grande Masturbador e Os Primeiros Dias da Primavera

•1931 A Persistência da Memória (o seu trabalho mais famoso), A Velhice de Guilherme Tell, e Guilherme Tell e Gradiva

•1932 O Espectro do Sex Appeal, O Nascimento dos Desejos Líquidos, Pão-antropomorfo catalão e Ovos Estrelados sem o Prato. The Invisible Man (começado em 1929) e completado em 32 (se bem que não satisfazendo Dalí).

•1933 Retrospective Bust of a Woman e Gala Com Duas Costeletas de Carneiro em Equilíbrio Sobre o Seu Ombro

•1936 Canibalismo de Outono e Construção Mole com Feijões Cozidos (Premonição da Guerra Civil).

•1938 España 1938.

•1937 Metamorfose de Narciso e Girafa em Chamas

•1940 A Face da Guerra

•1943 Poesia das Américas ou Os Atletas Cósmicos e Criança geopolítica observando o nascimento do homem novo

•1944 Galarina e Sonho Causado Pelo Voo de uma Abelha ao Redor de Uma Romã um Segundo Antes de Acordar

•1945, A Cesta do Pão e Fountain of Milk Flowing Uselessly on Three Shoes Neste ano, Dalí colaborou com Alfred Hitchcock numa sequência onírica para o filme Spellbound, que resultou em insatisfação mútua.

•1946 A Tentação de Santo António

•1949 Leda Atómica e A Madona de Portlligat. Neste ano, Dalí regressou à Catalunha.

•1951 Cristo de São João da Cruz e Cabeça Rafaelesca Estalando

•1954 Crucificação ("Corpus Hypercubus") e Young Virgin Auto-Sodomized by the Horns of Her Own Chastity

•1955 The Sacrement of the Last Supper

•1956 Natureza-Morta Viva

•1958 Rosa Meditativa

•1959 A Descoberta da América por Cristóvão Colombo

•1960 Dalí iniciou o trabalho no Teatro-Museo Gala Salvador Dalí

•1967 Tuna Fishing

•1969 logotipo da empresa Chupa Chups

•1970 Toureiro Alucinógeno

•1972 La Toile Daligram

•1976 Gala Contemplando o Mar

•1977 Dalí Lifting the Skin of the Mediterranean Sea to Show Gala the Birth of Venus (par estereoscópico de quadros)

•1983 Dalí concluiu o seu último quadro, The Swallow's Tail.

topo

Copyright©Hugo e Marco, 2008

Criado em Março de 2008

Última actualização: 20.03.2008

hmtakaos@hotmail.com

marcoliveira1@sapo.pt

Dalí e Man Ray fotografados por Carl Van Vechten, Paris, 16 de Junho de 1934.

Dalí e Man Ray fotografados por Carl Van Vechten, Paris, 1934.

 

 

 

 

 

Dalí fotografado por Roger Higgins em 1968.

Dalí fotografado por Roger Higgins em 1968.

 

Teatro-Museu Dalí

Teatro-Museu Dalí