História da Arte

 
Home
 
História da Arte
 
Artistas de Referência
 
As Nossas Obras
 
A sua opinião

Um movimento artístico é uma tendência ou estilo em arte com uma filosofia ou objectivo comum, seguido por um grupo de artistas durante um restrito período de tempo (normalmente por alguns meses, anos ou décadas). Os movimentos artísticos foram especialmente importantes na arte moderna, onde cada movimento consecutivo era considerado como vanguardista. Os movimentos quase que desapareceram completamente na arte contemporânea, onde prevalecem o individualismo e a diversidade pessoalismo, que sucedeu o individualismo, parece ressuscitar o movimento artístico, onde já não precisa existir um grupo de artistas seguidores.

Os movimentos artísticos parecem ser um fenómeno quase exclusivo da Arte Ocidental. O termo refere-se a tendências em artes visuais e arquitectura, e por vezes literatura. Na música é mais comum falar de géneros e estilos. No mundo oriental, onde a pessoalidade parece ser mais antiga e excêntrica, o artista é a pessoa humana e a arte a natureza, que tudo cria e transforma. Proponho Araripismo, de Oscar Araripe.Pintor Brasileiro. Com os devidos acréscimos sugeridos.

O termo História da Arte costuma designar o conjunto das obras artísticas de uma época, país ou escola das artes visuais. A arte é a expressão máxima do momento, seja ele histórico ou pessoal. Os historiadores de arte procuram determinar os períodos que empregam um certo estilo estético por "movimentos". A arte registra as ideias e os ideais das culturas e etnias, sendo, assim, importante para a compreensão da história do Homem e do mundo.

Na linguagem comum, o termo história da arte costuma referir-se à história das artes visuais mais tradicionais, como a pintura, escultura e arquitectura. Se bem que as ideias sobre a definição de arte tenham sofrido mudanças ao longo do tempo, o campo da história da arte tenta categorizar as mudanças na arte ao longo do tempo e compreender melhor a forma como a arte modela e é modelada pelas perspectivas e impulsos criativos dos seus praticantes. Embora muitos pensem na história da arte simplesmente como o estudo da sua evolução ocidental, o assunto inclui toda a arte, dos megalitos da Europa Ocidental às pinturas da dinastia Tang, na China.

Arte rupestre

A arte rupestre é a primeira demonstração de arte que se tem notícia na história humana. Seus vestígios datam de antes do desenvolvimento das grandes civilizações e tribos, como as do Antigo Egipto. Esse tipo de arte era caracterizado por ser feito com materiais como terra vermelha, carvão, e pigmentos amarelos (retirados também da terra). Os desenhos eram realizados em peles de animais, cascas de árvores, e, principalmente, em paredes de cavernas. Retratavam animais, pessoas, e até sinais. Havia cenas de caçadas, de espécies extintas, e em diferentes regiões. Apesar dos desenvolvimentos primitivo, podem-se distinguir diferentes estilos, como pontilhado (o contorno das figuras formado por pontos espaçados) ou de contorno contínuo (com uma linha contínua marcando o contorno das figuras). Apesar de serem vistas como malfeitas e não-civilizadas, as figuras podem ser consideradas um exemplo de sofisticação e inovação para os recursos na época. Não existem muitos exemplos de arte-rupestre preservada, mas com certeza o mais famoso deles é o das cavernas de Lascaux, na França.

 

 

Copyright©Hugo e Marco, 2008

Criado em Março de 2008

Última actualização: 20.03.2008

hmtakaos@hotmail.com

marcoliveira1@sapo.pt